ago 27

Usos para o chromecast

Há dois meses comprei um chromecast e mesmo tendo smartv vale a pena!

Ele sozinho não faz muita coisa, mas em conjunto com um smartphone ou tablet e um pc para ser o media server as possibilidades são muitas!!  Nesse post vou resumir algumas que eu utilizo.

  1. Netflix – mesmo minha TV tendo Netflix, utilizar do celular e mandar para o chromecast é muito mais rápido, fora isso não tem muita vantagem.
  2. Youtube – mesmo caso do Netflix, transmitir pelo chromecast é muito mais rápido, principalmente porque navegar nos aplicativos da TV via controle remoto é uma porcaria. Tem até aplicativo de controle remoto para o celular, mas não é muito bom também.
  3. Rdio – vai receber gente em casa e quer colocar aquela música ambiente, baixe o Rdio(Google play store ou apple store), e manda pro chromecast. Fica melhor ainda se você tiver um home theater!
  4. Plex – Esse é pra mim o melhor uso de todos.O Plex é um media server onde você instala ele em algum PC, configura seus diretórios de filmes, seriados, shows, etc. e você pode configurar para ele baixar sinopses, capa, informações, legendas além dele organizar seus seriados por temporada!  Você pode também comprar o app do plex (Android, Iphone) para controlar o que quer ver, ou está vendo a partir do tablet ou smartphone!
  5. Videostream – plugin para o google chrome onde você pode escolher um arquivo no seu pc, escolher o arquivo de legenda e mandar tocar no chromecast. Ele também tem um app, por enquanto só para Android e em breve para Iphone, onde uma vez iniciado o filme a partir do seu pc, ele passa a controlar pause e avançar ou voltar o filme.

Esses são meus principais usos do chromecast até o momento, ainda acredito que vários apps farão uso do chromecast, aumentando ainda mais sua utilidade. Eu comprei por 120 reais, mas até mesmo os 200 reais que são cobrados aqui valem a pena.

jan 15

Dicas de Apps Android

Faz tempo que não posto nenhum app novo por aqui né, então, ultimamente peguei alguns novos apps que acho que vale a pena compartilhar, além dos que eu uso bastante!!

  1. Recomind
  2. Pocket
  3. SeriesGuide
  4. Airdroid
  5. Gesture Search
  6. Vivino

 

1 – Recomind :

App recente, do buscapé company, pra quem tá precisando de prestadores de serviços lá tem uma lista ainda pequena, pois o app é novo, mas é algo essencial pra quem precisa fazer uma obra e não conhece nenhum pedreiro ou empreiteiro  por exemplo.

2 – Pocket :

Viu um site maneiro, mas tá saltando do ônibus e não da pra ver agora, ou está acabando a bateria do celular, compartilha pro pocket e depois vê, funciona tipo um bookmark.

3 – SeriesGuide :

Pra quem acompanha diversos seriados é indispensável. Contém informações sobre quando vai passar o próximo episódio, quando volta a temporada, você pode dar checkin no getglue e trackit, marcar quais episódios você já viu, etc.

4 – Airdroid :

Quer pegar um arquivo do pc mas não sabe onde tá seu cabo USB? Utilize o airdroid, ele cria um servidor no seu android que você acessa todo o conteúdo do seu telefone através do navegador, aí você pode baixar os arquivos do android ou fazer upload para ele.

5 – Gesture Search:

Se você for que nem eu que tem uns 150 apps, e quando quer acessá-lo não quer ficar a vida toda rolando página de apps, esse é o app. Com ele você vai desenhando as letras e ele vai filtrando os aplicativos.

6 – Vivino :

Para os amantes do vinho! Você tira a foto do rótulo e ele reconhece o vinho, mostra  a nota da comunidade além de comentários e as vezes até o preço em euros, depois de você tomar o seu vai lá e da a sua nota também!

 

Por enquanto é isso, quando eu achar outros eu posto aqui mais!!

 

mai 03

Apps para quem gosta de viajar!

Ando meio sumido, mas esse ano tá pegando no trabalho, então tá meio difícil postar algo aqui.
Como agora estou entrando de férias vou postar algo que ajude a planejar férias pra quem tem smartphones android, mas alguns desses apps também tem para iphone.
O primeiro é o tourist eye, aqui você poderá encontrá-lo no google play, antigo market. Com ele você pode organizar suas viagens tanto no site quanto no smartphone, porém para incluir as atrações somente no site por enquanto.

página inicial do touristeye

Depois de criar seu itinerário no site você pode fazer o download dele no app, das cidades, incluindo os mapas e das atrações e restaurantes, para poder acessá-los a qualquer momento sem precisar de acesso a internet, pois ninguém é doido de ficar pagando 3g em roaming internacional.  É bem intuitivo e fácil de usar. No site também pode exportar o itinerário para PDF, para aqueles que ainda gostam do bom e velho papel é só imprimir, fica muito bom, com a descrição das atrações e pequenos mapas. E o melhor de tudo : é gratuito. Entra lá experimenta e qualquer coisa comenta aqui.

Outro que eu recomendo é um guia de cidade em formato de app, ele é do tripadvisor que é um famoso site de viagens. Ele possui o guia da cidade de algumas cidades mais famosas como Nova Iorque, Paris , Londres, Amsterdam, etc. Nele você baixa várias informações da cidade, como restaurantes, locais para visitar, hotéis, mapas, fotos, comentários.

Por hoje é isso aí, espero retomar o blog com mais informações e em breve com algumas dicas da minha viagem de férias.

set 16

Boalista para Android

Mais uma vez vou promover um aplicativo, mas esse precisa ser promovido, pois se baseia em informações muito voláteis e colaborativas.

É o boalista, eu ainda não o utilizei muito, mas pretendo. Ele é um aplicativo de compras, onde você pode criar listas de compras, e ele  calcula o total antes de chegar no caixa. Mas isso não é o principal dele, a melhor funcionalidade dele a meu ver, é a pesquisa de preços,  onde você pode ver as ofertas , com opções também de filtrar  por rede de supermercado, ou por categorias, assim você economiza na hora de fazer suas compras. Ele também tem a funcionalidade de barcode scanner, que, caso possua o produto cadastrado,  mostra onde está mais barato e o preço do produto. (Use isso antes de ir no mercado, uma vez que ficar saltando de um para outro é meio inviável).

 

Mas, porém, contudo, no entanto, nem tudo são flores, como os produtos são cadastrados pelos próprios usuários, não necessariamente refletem a realidade do dia, nem tem todos os produtos possíveis e imagináveis. Portanto quanto mais gente usar, melhor para todos!

Vai lá no market, baixe e experimente, não custa nada.

abr 25

Adicionando itens a uma listagem de itens na tela no Android

Vou exemplificar nesse post como adicionar itens a uma listagem em um aplicativo android.

Para começar definamos nosso XML de layout: Você pode tanto utilizar o main.xml, ou criar o seu, crie sempre na pasta: nomeDoProjeto/res/layout e sempre crie-o com letras minúsculas senão a classe R não será gerada e seu programa não funcionará com o layout criado.

<LinearLayout xmlns:android="http://schemas.android.com/apk/res/android"
android:layout_width="match_parent" android:layout_height="match_parent" android:orientation="vertical">
<ScrollView android:layout_height="200dip" android:id="@+id/scrollView1"
android:layout_width="fill_parent">
<LinearLayout android:orientation="vertical" android:layout_width="fill_parent"
android:layout_height="fill_parent" android:id="@+id/listas">
</LinearLayout>
</ScrollView>
<LinearLayout android:layout_width="fill_parent"
android:layout_height="wrap_content"  android:id="@+id/addLista" android:orientation="horizontal">

<TextView android:layout_height="wrap_content" android:text="@string/nome_lista" android:id="@+id/textView1" android:layout_width="wrap_content"></TextView>
<EditText android:layout_height="wrap_content" android:layout_width="wrap_content" android:layout_weight="2" android:id="@+id/nome_lista"></EditText>
<Button android:layout_height="wrap_content" android:text="@string/adicionar" android:layout_width="wrap_content" android:id="@+id/adicionar_lista"></Button>

</LinearLayout>

</LinearLayout>

Neste arquivo de XML eu defini um ScrollView para a listagem dos itens da lista em um pedaço da tela que possua rolagem e abaixo dele um LinearLayout que contem as views necessárias para inserir um novo item .

Agora vamos ao código Java, onde teremos uma Activity principal que utilizará o layout definido acima e fará o que desejamos.

package br.lista;

import android.app.Activity;
import android.content.Context;
import android.content.Intent;
import android.os.Bundle;
import android.view.View;
import android.view.View.OnClickListener;
import android.view.ViewGroup.LayoutParams;
import android.widget.Button;
import android.widget.EditText;
import android.widget.LinearLayout;
import android.widget.TextView;

public class Lista extends Activity    {
	/** Called when the activity is first created. */

	private Context ctx = this;
	@Override
    public void onCreate(Bundle savedInstanceState) {
        super.onCreate(savedInstanceState);
        setContentView(R.layout.layoutlistas);

        //adição de novos itens
        Button adicionar = (Button) findViewById(R.id.adicionar_lista);
        adicionar.setOnClickListener(new OnClickListener() {

			@Override
			public void onClick(View v) {
				LinearLayout layout = (LinearLayout) findViewById(R.id.listas);
				EditText eTNomeLista = (EditText) findViewById(R.id.nome_lista);
				if(eTNomeLista.getText() != null && !eTNomeLista.getText().toString().equals("")) {
					TextView text = new TextView(ctx);
					text.setText(eTNomeLista.getText().toString());
					eTNomeLista.setText("");
					layout.addView(text);
					layout.requestLayout();
				}

			}
		});

    }

}

O código acima é simples de se entender, basicamente ele faz com que ao clicar no botão de adicionar novo item , o valor do campo editText (se houver algo escrito nele) seja atribuido a um novo TextView e este seja adicionado ao layout que está contido dentro do ScrollView, por fim chamo o método  requestLayout(), que é comum a todos os objetos que herdam da classe View,  para que seja refeito o layout da tela.

É isso, fica aí um exemplo simples de adicionar itens a uma lista na tela do android!

mar 22

Logs no console usando android

Pra quem usa java está acostumdo ao famost System.out.println(), porém ao se programar para android, simplesmente esse comando não faz muita coisa, já que a máquina virtual do android  redireciona essa saída para a pasta dev/null . Então como logar sua aplicação? Simples utilizando a classe LOG do próprio android, fazendo com que todo log seja exibido no LogCat, que é a ferramenta do android para visualizar o log, para ver o LogCat basta selecionar no eclipse Window> ShowView>Other>Android>LogCat , no motodev normalmente essa view já é mostrada por default.

Para logar as informações o ideal é você criar sua própria categoria, para poder depois filtrar por tal e recuperar só o que lhe interessa. Abaixo segue um trecho de código de exemplo com os possível logs do android:

<blockquote>
public class Atividade extends Activity {

    private static final String CATEGORIA = "minhaCategoria";
    public void onCreate(Bundle savedInstance) {

        super.onCreate(savedInstance);
        setContentView(R.layout.main);

       Log.v(CATEGORIA, "verbose");
       Log.d(CATEGORIA,"debug");
       Log.i(CATEGORIA, "info");
       Log.w(CATEGORIA,"warning");
       Log.e(Categoria,"erro");
    }

}</blockquote>

Cada tipo de log é representado de uma cor diferente, e no próprio LogCat você também pode filtrar por tipo.

mar 11

Engatinhando com Android

Comecei agora a estudar para desenvolver minha dissertação de mestrado utilizando Android. A medida que for descobrindo coisas interessantes vou postando aqui, tanto para minha base de conhecimento como para informar a vocês.

Primeiramente, para você começar com Android é preciso saber JAVA, pois a programação dos aplicativos é nessa linguagem.

Segundo você precisa de um ambiente para desenvolver os aplicativos, eu andei pesquisando e a princípio tenho 2 opções:

1) Baixar eclipse + android SDK + plugin ADT

2) Baixar MOTODEV + android SDK

Vantagens e desvantagens:

O MOTODEV nada mais é do que um eclipse + plugin ADT , porém vem com mais opções, como por exemplo uma gui para o desenvolvimento dos layouts XML, os quais definem as interfaces. Fazendo um paralelo com SWING é como se fosse um jigloo ou VEP da vida. Além de outras coisas mais que ainda não tive tempo de fuçar. Devido a essa facilidade eu estou preferindo até o momento utilizar o MOTODEV (Uma observação a atentar, só porque é da motorola não significa que seus apps só rodarão em aparelhos motorola). Para baixá-lo basta se cadastrar no site, é gratuito.

Basicamente aplicativos do android são baseados em atividades (Activities) que é “um componente da aplicação que provê uma tela na qual os usuários podem interagir com intuito de fazer algo, tal como discar, tirar uma foto, mandar um email, ou visualizar um mapa.”( Android Dev Guide). Um aplicativo normalmente é composto de diversas atividades, pois cada atividade corresponde a uma tela da aplicação. Essas atividades são ligadas para se navegar pela aplicação, cada vez que uma nova atividade é aberta a anterior é fechada, mas é mantida empilhada conservando seu último estado. No link do Dev guide é melhor detalhado o que é, como funciona, o ciclo de vida de uma atividade, etc.

Isso é um resumo básico, a partir de agora começarei a postar coisas mais práticas, mais implementações, e sempre que possível colocarei as definições ou teorias, ou então o link para tais.